quinta-feira, 15 de novembro de 2007

O enigma do quatro

O enigma do quatro
Ian Caldwell e Dustin Thomason (Planeta do Brasil, 2005)

Na rabeira do estrondoso sucesso de O código Da Vinci, um monte de gente começou a escrever tramas baseadas em segredos centenários e na descoberta de charadas culturais - pseudoliterárias, pseudo-intelectuais, pseudocientíficas. Mas pouca gente conseguiu fazer isso direito; uma honrosa exceção é Matthew Pearl, autor de O clube Dante. Nesse O enigma do quatro, nem a escrita a quatro mãos consegue interessar minimamente o leitor. E quem se dispõe a seguir o livro até o fim sai dele decepcionado: se a trama não convence, sua resolução convence menos ainda.

Na história, dois estudantes de Princeton tentam descobrir o significado da Hypnerotomachia Poliphili, uma hermética obra literária da Renascença. E dá-lhe teoria, dá-lhe tentativa e erro, dá-lhe atribuições mirabolantes de significados - uma das resoluções para o enigma era parecida com o código "secretíssimo" que eu e uma amiga usávamos para escrever cartas uma para a outra aos 15 anos de idade. Totalmente dispensável.

2 comentários:

Anônimo disse...

O livro é realmente muito bom mesmo, quem leu O Codigo da Vinci, ou até mesmo Anjos e Demonios de Dan Bronw, vai se deliciar com cada pagina desse misterioso e inteligente livro.

Rossi, Renan disse...

hahahaha.. "o livro é realmente muito bom mesmo".. hahaha.. um bom leitor.