sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Fazendo as malas

Fazendo as malas
Danuza Leão (Companhia das Letras, 2008)

É pra ler de uma tacada, de preferência no intervalo entre dois livros mais densos; nada como crônicas leves, divertidas e alto-astral para zerar o cérebro. Melhor ainda, como é o caso, quando o prazer da leitura dá vontade de fazer uma loucura, empacotar tudo e embarcar no primeiro avião - sorte de quem pode sair por aí como Danuza, com liberdade, independência e conhecimento sobre os lugares que vai visitar.

O ideal seria mesmo ter dinheiro suficiente e passar no crivo de Danuza para poder viajar com ela a seus lugares preferidos. Curtir a Feria de Sevilha, hospedar-se na rua de Lisboa onde, segundo Eça, ficava O Ramalhete, de Os Maias, conhecer o hotelzinho onde ela se hospeda há vinte anos em Paris (e bater perna para conhecer seus estilistas japoneses preferidos), pegar carona no carrinho de Luciano para jantar com eles e ver Roma à noite. Ok, Danuza parece inacessível. Mas com grana no bolso e uma companhia que pareça tão divertida quanto ela, Sevilha, Lisboa, Paris e Roma, aqui vou eu.

5 comentários:

Clara Lopez disse...

Oba, isabel, estava esperando saber do livro, eu gosto muito da danuza, li o quase tudo dela, também de uma tacada só, e amei. vou ler esse também e adoraria, como vc, ter a companhia de alguém interessante para viajar. A danuza diz que adora viajar sozinha, eu tb sempre fiz isso mas, diferente dela, não acho muita graça não.
beijo,
clara lopez

Isabel Pinheiro disse...

Oi Clara! Eu também quase sempre viajei sozinha, e gostava muito disso. Ultimamente, tenho preferido companhia. E a vantagem da Danuza é ter amigos em todo canto: em Sevilha ela se encontrou com uma marquesa, em Paris tem uma amiga "de infância", em Roma conheceu o Luciano através de amigos comuns... Assim fica mais fácil. :-)

Bjs

Clara Lopez disse...

Pois é, isabel, ela foi meio socialite, meio dama da noite durante muito tempo, deve conhecer um horror de gente, e é mesmo uma figura interessantíssima, sobretudo pq escreve muito bem.
E isabel, eu ainda estou atônita com a velocidade com que vc posta e lê, caramba, vc lê muito, isabel, como consegue?
beijo,
clara

Clara Lopez disse...

O 'dama da noite' aqui é no bom sentido, claro, como hostess de nightclubs...:)
beijo,
clara

Isabel Pinheiro disse...

Ai, Clara, eu leio rápido e esqueço rápido, também. Mas a maioria dos posts é sobre livros que li há muito tempo! Esse da Danuza não, a gente lê de uma sentada, é curtinho e envolvente. Pra falar sobre a maioria dos livros, porém, eu tenho que ir à estante, folhear de novo, ver o que anotei nas margens (geralmente eles estão anotados), viajar um pouco nas lembranças... :-) É um prazer! Bjs