sábado, 18 de outubro de 2008

Vale das vertentes

Vale das vertentes
Giselda Laporta Nicolelis (Moderna, 1983)

Uma família em férias num condomínio em Serra Negra, um grito alarmante e misterioso, a "louca da serra", uma turma de amigos e, por fim, um segredo escondido há séculos dentro de uma gruta. Não tenho idéia de como a garotada de hoje encara essa história - quando eu li, com uns 13 ou 14 anos, adorei. Tem uma dose pequena e suficiente de mistério, um climinha de romance e, principalmente, uma narrativa leve e cheia de brincadeiras, mas dessas que me fazem ter dúvidas sobre a compreensão (e o interesse) dos adolescentes de hoje.

De Giselda Laporta Nicolelis li alguns outros livros, entre eles um bem bacana e emocionante, O fio da meada. Infelizmente, a única coisa que me lembro dele é isso: era bacana e emocionante, e tinha uma capa azul-claro (ou amarelo-claro). Ah, era de mistério. Eu sempre gostei de romances policiais e livros de mistério, como os de Stella Carr e seus incríveis Irmãos Encrenca. Será que ainda existe isso hoje?

6 comentários:

Kátia disse...

Quando tinha onze anos mudei de cidade e, conseqüentemente, de escola. Não foi nada fácil e o que me ajudou muito naqula época foi descobrir o caminho da biblioteca. Passei o recreio inteirinho lá e todo dia levava um livro pra casa. Foi desta maneira que cheguei até o Vale das Vertentes. A história ficou tão viva em minha mente que consegui até "ver" algumas cenas, como se fosse um trailer. E qual não foi minha satisfação quando a professora de português anunciou que faríamos um trabalho sobre este livro!

Maria disse...

quando eu tinha uns 8 anos li esse livro e amei,sabe? Foi muito legal!!!

cris disse...

Li esse livro quando tinha uns quinze anos,eu imaginava as cenas ri e me diverti muito com a leitura,muito bom.

Anônimo disse...

Li esse livro quando tinha uns dezesseis anos hoje tenho 37 e já algns anos eu tentava lembrar o nome do livro e esse ano eu falei para o meu filho de 10 anos que li um livro super bacana e fiquei com isso na cabeça, lembrava da capa e o nome da coleção mais não conseguia acha-lo, mais essa semana achei-o e vou tentar comprálo para ficar com ele.e

Anônimo disse...

li e não me esqueço

maria jose medeiros disse...

aos oze anos li esse livro ,parecia que estava dentro da estoria ate hoje lembro dele e indiquei para minha filha amei este livro