segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

O gênio do crime

O gênio do crime
João Carlos Marinho (Global Editora, 2005)

É o maior clássico da minha infância/adolescência, e um livro que eu não me canso de ler até hoje: conserva a graça e humor mesmo para quem já o leu 500 vezes, decorou a história de trás pra frente e sabe o que acontece no final. Imagino que seja ainda mais bacana pra quem conhece direito São Paulo, quase uma personagem da história. As improváveis aventuras do Gordo, Pituca e Edmundo não seriam as mesmas não fosse o método de seguir ao contrário desenvolvido pelo Gordo e colocado em prática no centro da cidade, ou o acampamento dos três garotos às margens do rio Tietê - vai ver que isso ainda era possível nos anos 70, quando o livro foi escrito; aliás, a história inteira só existe porque se passa num tempo tão distante da nossa realidade que mais parece ficção, um tempo em que as crianças ainda andavam sozinhas por aí e a liberdade era inversamente proporcional à violência.

Quando uma quadrilha de pilantras começa a falsificar as figurinhas de um álbum de futebol, seu Tomé pede a ajuda de Edmundo, Pituca e Bolacha, o Gordo, para encontrar os bandidos. E os três topam a parada, mesmo que para isso seja preciso mentir, arriscar a pele e até acampar às margens do Tietê. Impossível dizer qual é a melhor parte do livro: tudo é tão bem entrosadinho que uma trama não tem graça sem a outra e um resumo simplezinho acaba ficando chocho. O bom é ler e dar risada com a inteligência do Gordo, com o sotaque impagável de Mr. John Smith Peter Tony, o "detetive invicto", com os planos mirabolantes do anão. Contar mais nem é tirar a graça da história: é querer competir inutilmente com ela.

Atualização - Muita gente chega ao blog procurando por "resumo de O gênio do crime" no Google. Ok, todo mundo tem o direito de ser preguiçoso. Se você é um deles, porém, que pena: não sabe o que está perdendo por não ler esse livro.

9 comentários:

D. disse...

Ah, Isabel, que legal o seu blog. Já li alguns da sua lista e concordo muito.

thauanegp@hotmail.com disse...

vou fazer uma prova sobre o seu livro que é muito bom , mais quero dar uma sugestÃo para o seu blog coleque todos os pessonagens e suas caractéristica está bem??
tchau amei o livro parabèns!!!

Isabel Pinheiro disse...

Oi, Thauane. Espero que você tenha entendido que esse livro NÃO É de minha autoria. E não, eu não vou colocar personagens e características dele aqui porque esse blog não é lugar de copiar resumos de livros pra apresentar nos trabalhos e provas de escola. Leia o livro. Faça o resumo. Liste os personagens. Você não vai se arrepender - a história é legal pra caramba, não?

Anônimo disse...

ola;
gostei muito de seu resumo e comentario no final, que muitas pessoas tem preguiça de ler mais, sim estão perdendo uma grande historia.
eu ja lí esse livro antes de a professora mandar ler então eu tinha esquecido como era.
io seu resumo ajudou-me lembrar...
beijos;obrigado

Anônimo disse...

eu queria ler esse livro se eu tivesse tempo, mais não deu sei que me chamam de preguisosa mais não sou só comprei o livro muito tarde e não consegui ler, mais eu acho que é legal!obrigada..(na verdade minha prima quem teve a idéia de pegar resumo, ela sim é preguisosa...kkkk)bjs

Lúcia disse...

Olá!
Li esse livro na minha infância e adorei, li e reli várias vezes. Agora preciso comprar um presente para um sobrinho que vai fazer 12 anos, mas não lembro se é adequado à idade ou se é para crianças mais novas. Pode me ajudar?

Obrigada!

Isabel Pinheiro disse...

Lúcia, faz tempo que eu não convivo com adolescentes (ou pré), mas eu daria o livro de presente para um garoto de 12 anos, sim. Para crianças mais novas acho que não é, não.

Um abraço!

AMANDA disse...

eu li o livro mas ñ consigo fazer o resumo,pq ñ pode ser sobre o q eu entendi...e nem copiar partes do livro..

Anônimo disse...

legal eu ja li tudo não tem nada de demais e meio enjuado!!!