quarta-feira, 24 de junho de 2009

Livraria da Vila

Livraria da Vila
São Paulo, SP

Hoje, depois do almoço, tomei um café na Livraria da Vila. O tempo era curto, por isso passei direto pelas estantes, sem olhar ao menos as novidades. Porque, ali, é assim: se eu parar pra ver alguma coisa, não há chance de sair tão cedo. Principalmente nas mesas com lançamentos, logo na entrada da loja. É impressionante como, na Livraria da Vila, essas mesas parecem reunir tudo o que eu tenho vontade de ler. É como se alguém soubesse do meu gosto literário e colocasse tudo ali, junto, pra eu cair na tentação de estourar o cartão de crédito em livros, mais uma vez. Em minha visita anterior, saí com o novo Vila-Matas, que ainda não li, e os dois Fred Vargas que devorei na viagem a Paris.

No andar de baixo - que leva ao agradável café, com algumas mesas de madeira ao ar livre, outras sob as árvores - fica uma das melhores seções de livros infantis e infanto-juvenis que eu já vi. Preciso ir um dia, com calma, pra ficar apenas ali, em busca de alguns títulos da minha infância; quem sabe foram relançados? Quem sabe encontro por ali, perdidos, A toca da coruja e outros volumes dos quais guardo apenas uma lembrança embaçada?

Há outros dois endereços da Livraria da Vila em São Paulo - e, já faz alguns anos, ela tem sido a livraria oficial da Flip, em Parati. A loja da alameda Lorena, nos Jardins, não me encantou tanto; pareceu um grande caixotão, muito mais impessoal que a da Fradique. Na loja do shopping Cidade Jardim estive apenas uma vez, por acaso, no dia da inauguração. Achei que prometia. Espaçosa, com muitos livros de arte e uma boa revistaria, parecia convidar a uma visita mais extensa.

4 comentários:

Arkhesanato disse...

Olá Isabel, nossa adorei seu blog, eu também sou fascinada por livros, ler é uma das minhas paixões.
Eu também quando entro em uma livraria pode sentar e esperar porque eu não consigo sair de lá tão cedo, rsrsrs.
Vou fazer uma visitinha na livraria da vila.
Bjo

Isabel Pinheiro disse...

Oi, Arkhesanato, obrigada! Quando for à Livraria da Vila, conte o que achou. Um abraço, Isabel

Goldstein disse...

Que pena que não gostou da Lorena!
Visite o caixote mais uma vez com carinho!

Isabel Pinheiro disse...

Oi Goldstein! Não é que eu não gostei da loja da Lorena - é que, perto da loja da Fradique, que já é muito mais familiar, ela não pareceu ter tanta graça... :-) Um abraço