segunda-feira, 26 de maio de 2008

Password

Password
Lionel Kernerman (Martins Fontes, 2005)

Não nego que pareça estranho falar de um dicionário num blog sobre afetividades literárias. Mas leituras e dicionários andam (ou deveriam andar) de mãos dadas. E esse Password - English dictionary for speakers of Portuguese está entre os melhores que encontrei ultimamente, uma ferramenta que não apenas traduz a palavra desconhecida para o português como dá o significado dela... em inglês. Assim:

baffle - verb to puzzle (a person). I was baffled by her attitude towards her husband. desconcertar
earl - noun a British nobleman between a marquis and a viscount in rank. conde

Ótimo, não? Eu estou acostumada a ler em inglês e sou daquelas que, antes de correr pro dicionário, tenta intuir o significado da palavra pelo contexto da frase. Mesmo assim, não é raro pedir ajuda ao livrinho - o bacana desse Password é que ele dá a chance da gente pensar, antes de pular pra tradução pura e simples (e fácil). E ainda vem com um glossário português-inglês que fica ali bem à mão para, nas horas mais necessárias, nos lembrar que, sei lá, insatisfeito, em inglês, é disgruntled.

Um comentário:

K. disse...

Olha, não acho que pareça estranho ter afetividade por um dicionário. Depois das minhas duas novas aquisições de hoje, que fizeram os meus olhos brilhares e eu sorrir feito boba quando vi, o meu mini-dicionário Aurélio está no topo da lista. Com a lombada quebrada, folhas coladas com durex e na primeira folha meu nome escrito com aquela letra horrível de quem tem sete anos, eu não troco, não vendo, não dou, não empresto o tio Aurélio para ninguém. É muita afeição! =)